Menu
enpt-br
TwitterFacebook

Em grande estilo

Hemo 2014 reúne mais de 4.300 pessoas em Florianópolis (SC), unindo atualização científica e o fortalecimento da especialidade

De uma coisa ninguém pode duvidar: o Hemo cresceu muito em tamanho, qualidade científica e importância no cenário brasileiro e até internacional ao longo das últimas décadas. Boa parte desse crescimento pode ser creditado ao espetacular progresso apresentado em diversas áreas, mas principalmente aos avanços oriundos da biologia molecular e da terapia celular. Avanços que possibilitaram um maior conhecimento sobre a origem das doenças e facultaram o desenvolvimento de novos tratamentos que estão transformando a medicina que conhecemos atualmente. Inclusive, opina o presidente do Hemo 2014, Fernando Ferreira Costa, “não há outra especialidade médica em que essas transformações sejam tão notáveis como na hematologia, hemoterapia e terapia celular”. Já o presidente da ABHH, Dimas Tadeu Covas, credita o desenvolvimento da especialidade e o status atual do congresso ao objetivo maior de manter a especialidade viva e atuante em benefício final dos pacientes.

Confira a cobertura completa no Jornal Destaques Hemo 2014.